Buscar:   

Pimenta-do-reino

Imprimir


A pimenta pode acelerar o metabolismo.

A pimenta-do-reino é um dos condimentos mais usados na culinária brasileira. É fonte de vitaminas, entre elas a K, e sais minerais como, cálcio, ferro, potássio, magnésio e fósforo. O consumo de pimenta-do-reino aumenta a produção de sucos gástricos, auxilia na digestão e aumenta o metabolismo. O consumo em excesso pode provocar irritação no aparelho digestivo.

Confira a tabela nutricional da pimenta-do-reino:

Quantidade: 100g

Carboidratos: 64,81g
Proteínas: 10,95g
Gordura total: 3,26g
Calorias: 255kcal
Vitamina A: 15mcg
Vitamina B6: 0,34mg
Vitamina B12: 0mcg
Vitamina C: 21mg
Vitamina E: 0,73mg
Vitamina K: 163,70mcg
Cálcio: 437mg
Ferro: 28,86mg
Cobre: 1,23mg
Magnésio: 194mg
Selênio: 3,1mcg
Potássio: 1.259mg
Fósforo: 173mg
Sódio: 44mg
Zinco: 1,42mg
Água: 10,51g
Açúcares: 0,57g
Colesterol: 0mg
Fibra: 26,5g
Ácidos saturados: 0,98g
Ácidos monossaturados: 1,01g
Ácidos poliinsaturados: 1,13g
 
Obs.: A informação nutricional de cada alimento pode sofrer alterações de acordo com a safra ou com o processo de industrialização. Os dados aqui apresentados são resumidos e não devem ser considerados como aconselhamento médico. Antes de iniciar um tratamento à base de produtos naturais, consulte o seu médico.

Fontes: www.foodnutritionvalue.com e www.plantamed.com.br

Correção: Antonia Pereira


Fotos